Logística Virtual

E-logistica

  • Arquivos

  • Agenda

    maio 2010
    S T Q Q S S D
         
     12
    3456789
    10111213141516
    17181920212223
    24252627282930
    31  

LOGÍSTICA NO COMÉRCIO ELETRÔNICO

Posted by lvf2j em maio 25, 2010

A Internet é um veículo de comunicação personalizado importante para efetivação do comércio eletrônico (e-commerce), em tempo real sem barreiras.

Permite a adoção do marketing one-to-ne (um a um), facilitando a troca de informações, e de se conhecer os hábitos e padrões de consumo dos envolvidos nos negócios online. Desta forma pode-se direcionar esforços de marketing de acordo com as necessidades de cada consumidor.

Dentro deste contexto nem tudo é perfeito, há problemas com entregas / estoques / transportes. A distribuição física é hoje denominada SCM “Supply Chain Management” ou Gerenciamento da Cadeia de Suprimentos também conhecido por Logística. Lembramos que a distribuição física inicia-se na fabrica e serve como processo para fazer chegar mercadorias aos clientes.

Sabemos que o processo de disponibilização de produtos finais ao consumidor final segue-se a uma cadeia de transformação que muitas vezes são considerados bastantes complexos.

A globalização transformou processos internos de fabricação em processos globalizados de produção. Assim uma matéria-prima pode ser comprada em um determinado país, transformada pelo uso de tecnologias em outro páis e por fim distribuída e comprada ou consumida em várias partes do mundo.

O processo de distribuição física se dá através da definição de um conjunto de depósitos (pontos de estocagem) e por utilização de algumas modalidades de transporte a seguir descritas: Rodoviário / Marítimo/Ferroviário/Aéreo/Duto, que numa etapa superior farão parte do custo do produto, indiretamente pela prestação de algum serviço no segmento de pós-venda.

Muitas vezes a transferência dos custos de distribuição física são inviabilizados ao preço final de um produto, mas são atribuídos numa fase posterior a venda hoje denominada de pós-venda.

A idéia de distribuição física expandiu-se para um conceito mais amplo de gerenciamento de cadeia de suprimento.

Gerenciamento de cadeia de suprimento (SCM) tem seu começo bem antes da distruição física inicia-se com o processo de produção (fábrica) pela correta distribuição de insumos (matérias-primas, componentes e bens de capital) resultando no produto acabado sendo disponibilizado no mercado para o consumidor final.

O sistema de SCM – Supply Chain Management – Cadeia de Suprimentos melhora a identificação de fornecedores e distribuidores.

O e-SCM bem como o e-Commerce faz parte dos negócios eletrônicos denominados de e-Business.

Desta forma podemos construir o instrumental de e-Business da seguinte forma:

• e-Commerce – é a parte visível do e-business. É a maneira visível de realizar negócios / vendas pela Internet.

• e-MRP (Material Resource Planning) / ERP (Enterprise Resource Planning) – integra toda empresa, gerencia outros processo além daqueles ligados a produção.

• e-SCM (Supply Chain Management) – integra o ERP (Enterprise Resource Planning) com sistemas de informações de seus diversos fornecedores. • e-DSS – (Decision Support System) – baseia-se nos sistemas anteriores. Objetiva analisar dados, simulam situações, montam cenários ou alternativas para tomada de decisão gerencial.

• e-Procurement – procura itens para fornecimento fora da rede de fornecedores e do e-SCM.

• e- CRM – (Customer Relationship Management) – trata do gerenciamento de relacionamentos com clientes como não clientes).

Assim podemos afirmar que o e-Business é um complexo sistema de tráfego de informações que se encontram atrás do sistema visível que é o e-commerce.

Desta forma o e-business se estrutura através de um conjunto de atividades que não estão tão visíveis como no e-commerce, por exemplo, a compra de uma passagem aérea, mas um sistema bastante complexo que valida as transações de vendas pela internet como a cobrança bancária, cartão de crédito, fornecedores, gerenciamento de tráfego.

O e-business se dá pelo acesso a Internet que está estruturado da seguinte forma:

1) Portais: – ramificações / partes / destinadas a um determinado negócio ou área de conhecimento (bancos, automóveis, saúde, etc.)

2) Comunidades: – são considerados os provedores de conteúdo separados por assuntos (gerais, educação, saúde, beleza, revistas, jornais, etc.) oferecendo links para outras comunidades, como exemplo temos: Terra, Uol, Globo, Bol, Osite, Ig, Aol.

3) Web Sites: – áreas privativas de lojas, fornecedores ou prestadores de serviços, por exemplo: Magazine Luiza, Americanas.com, Livraria Cultura etc.

O e-commerce (negócios/vendas) são realizadas dentro desta estrutura, especificamente através de páginas na web denominadas de vitrines virtuais.

Quanto às limitações do e-commerce

As empresas ponto com dirigem-se a um público específico, aqueles que acessam a Internet.

O comércio tradicional x online jamais será substituído integralmente pelo comércio online, já que muitas pessoas necessitam do contato físico com o produto.

A Internet existe e veio para ficar, novas formas de relacionamentos estão sendo viabilizadas devido a presença dessa nova mídia, mas há limitações, cada vez mais minimizadas em relação a segurança das transações.

Quanto aos custos das transações online

Todo este processo envolve informações que caminham ao longo da cadeia produtiva. A Internet agiliza e barateia esse fluxo de informações e viabiliza os negócios online em tempo real, sem falhas devido toda estrutura de e-business montada.

Pretende-se com a Internet diminuir os custos de venda como os custos de comercialização.

Quanto a informações em tempo real

• Otimização dos processos

• Diminuição dos estoques

• Melhorias no planejamento das fábricas

• Diminuição dos custos com mão-de-obra e horas-extras.

 

AS DIFERENTES CLASSES DE e-BUSINESS (B2B, B2C, C2C)

A Internet para fins comerciais começou com a venda direta aos consumidores denominados de B2C (business-to-customer) modelo puramente baseado na Internet.

Ex. Dell Computadores (1994)

O B2C são negócios de menor expressão quando comparados com os negócios empresariais B2B, mas têm perspectivas de crescimento por permitir negócios com consumidores globalizados.

Um outro modelo B2B (business-to-business) representando negócio entre empresas efetivadas pela Internet. Apesar de estarem baseados na Internet usam recursos de Extranet (diferentes Intranets permitem o acesso entre seus usuários internos).

Atualmente o B2B representa 80% dos negócios na Internet.

Empresas distintas, com Intranets (dão acesso restrito aos seus usuários mediante o uso de senha), desta forma empresas distintas abrem acesso de suas redes a redes de seus parceiros (fornecedores, prestadores de serviços, serviços de manutenção).

Exemplo de B2B é do Pão de Açúcar que compra 90% de seus produtos pela Internet.

A GM projeta comprar insumos de fabricação exclusivamente pela Internet.

 

LOGÍSTICA E INFRAESTRUTURA

A solução de logística que atenda vendas efetivas pela Internet em todo Brasil ou em outras áreas do mundo torna-se um processo complicado e caro.

Isto se deve aos investimentos em tecnologias de informação para rastreamento de cargas, utilização de frotas (transportes) modernas e utilização de mão-de-obra utilizável somente para divisão de e-commerce. Também T.I. para integração de operações entre sites.

Investimentos em área física. Criação de uma divisão de e-business.

 

TENDÊNCIAS DO E-COMMERCE

1) Concentração do comércio eletrônico por algumas empresas;

2) Terceirização do sistema de logística;

3) Uma nova maneira de se distribuir produtos está a caminho;

4) A Internet como canal de vendas mudará o perfil dos negócios. O marketing será diferenciado com estratégias diferentes.

5) Mudanças nas características da armazenagem, descentralizando operações e distribuição em armazéns regionais.

6) Desenvolvimento dos meios de pagamentos digitais.

7) O serviço ao cliente vai direcionar-se para a plataforma da web. A gestão de CRM para gestão de multimídia (voz, correio eletrônico, videoconferência).

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: